quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Para Que Serve? (Boro)

Boro (Foto: escuelapedia.com)

O boro é um elemento químico de símbolo B e pertencente à classe dos semimetais. Possui número atômico 5 e massa atômica 11 u. É classificado como um semicondutor de eletricidade porque não transmite energia de forma eficiente. É também sólido a temperatura ambiente e em suas formas derivadas.

Uma importante aplicação do boro é na fabricação de barras de controle, de aço-boro ou de carbetos de boro, para reatores nucleares. O boro possui elevada seção transversal de captura de nêutrons. As barras de controle são introduzidas no reator para absorver parte dos nêutrons e com isso diminuir a velocidade da reação de fissão nuclear. 

O carbeto de boro também é usado como abrasivo. O boro é usado ainda para fabricar aços resistentes ao impacto, fogos de artifício (produz luz esverdeada) e fibra de vidro para revestimento e tecidos.

Não é tóxico, mas se ingerido em quantidades maiores que 50 mg causa indisposição. Seus compostos hidrogenados são muito mais prejudiciais, além de altamente inflamáveis.

Por ser muito reativo, o Boro não é encontrado livre, mas em minérios como: a colemanite (Ca2B6O11. 5H2O), a ulexita (CaNaB5O9 . 8H2O) e a kernite ou bórax (Na2B4O7.4H2O e Na2B4O7.10H2O, respectivamente) – que são as principais fontes mundiais de Boro.

Maçã: Uma das fontes do elemento (Foto: zoomsgallery.blogspot.com)

A maioria desses minérios são encontrados em rochas marinhas sedimentares e perto de vulcões. O Boro também é encontrado em verduras (de folhas verdes escuras), frutas (secas, amêndoas, uva, maçã e pera) e legumes (feijões): as carnes, de qualquer tipo, não oferecem quantidade significativa de Boro ou de outro composto que o contenha. Sua concentração na crosta terrestre é de aproximadamente 10 ppm, ou seja, a cada 100 toneladas de rochas encontra-se 1 quilograma de Boro.

O Boro elementar não é muito utilizado, mas estudos revelam que se consumido em pequenas quantidades (de 10 a 15 mg) ajuda a combater a osteoporose, pois mantém o cálcio nos ossos sob forma de boratos. 

O bórax é amplamente utilizado na taxidermia de animais, em inseticidas, na fabricação de esmaltes e porcelanas, na produção de vidros ópticos, em sabões e detergentes, como fertilizante, além de ser matéria-prima principal na fabricação de recipientes de vidro com a marca registrada Pirex.

Mina Rio Tinto, Califórnia - EUA (Foto: m2m.riotinto.com)

A maior fonte de Boro no mundo está na Califórnia no deserto de Mojave (sob forma de kernite), porém outros países são grandes produtores do mineral, destacando-se: Itália, Turquia, Bolívia, Chile e Peru.

Apesar da utilização de compostos de Boro existir há mais de 6000 anos, o primeiro químico a caracterizá-lo e identificá-lo como elemento foi o sueco Jöns Jacob Berzelius, em 1824.

Outros cientistas, como Gay-Lussac e Humphry Davy, conseguiram o Boro com pureza 50% em 1808, no entanto, não o caracterizaram como um novo elemento. A obtenção do composto puro ocorreu em 1909 nos EUA pelo químico W. Weintraub.


Fontes:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...